Segurança

Ciberataques, O Elo Mais Fraco.

Após a grande repercussão mundial da pandemia, o COVID-19 mudou de forma repentina a realidade de todos.

Fortes medidas tiveram que ser tomadas para a diminuição da curva do contágio para que reduzíssemos a procura do sistema de saúde. A quarentena se tornou-se a maneira mais eficaz de protegermos nossa família.

Com isso veio a grande mudança do modelo de trabalho aqui no Brasil.

O Home Office nunca foi tão falado e nunca deu tão certo como nesse momento em no país.

A grande questão é a maneira como está acontecendo…

A criação de VPNs de forma demasiada, pode gerar um outro problema que poderemos enfrentar, pois conecta dispositivos pessoais horizontalmente a rede corporativa, onde os profissionais de segurança perdem o controle, não sabendo se a estação ou o notebook tem antivírus e se tem, se está atualizado ou não.

Fora as questões de proteção de perímetros de rede, onde a maioria das configurações de redes domésticas têm apenas o roteador como dispositivo de rede, que já se mostra vulnerável por si só. Pois a maioria desses dispositivos tem a sua configuração de fábrica e suscetíveis a exploração.

Nesse modelo, aumentamos de maneira expressiva os pontos de vulnerabilidade na rede corporativa, pois o elo mais fraco continua sendo o usuário, e agora com menos supervisão e controle da equipe de segurança.

Nesse momento a medida mais adequada é a conscientização dos usuários.

Desconfiem de tudo, e-mails de cobrança e promoções, sites suspeitos e com muita propaganda, formulários pedindo seus dados. Desconfiem sempre!

Hoje vi um vídeo bem curto e bacana em uma entrevista para o TecMundo onde o Engenheiro de Sistemas da Sophos Rafael Foster, explica um pouco sobre as ameaças na internet e também como se proteger.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *